Sylvia Ji e “El dia de los Muertos”

Publicado: maio 26, 2011 em Surrealismo, Videos
Tags:, , , , , , , , , , , , , ,

Sylvia Ji é uma grande artista nascida em  Sâo Francisco, EUA. Seu talento vem de família, pai e mãe artistas, um pintor e outra ilustradora. Seus quadros são lindos e envolventes, dá vontade de abraçar suas mulheres ornadas e pintadas para a morte. É o tipo de trabalho que fica muito bem na internet, ele se adapta ao nosso mundo cada vez mais digital, porém, ela pinta, e isso importa muito. Pintar é o grande diferencial, pois é controlar a matéria em que nós vivemos, dou a isso muito valor. Seu site é: http://www.sylviaji.com  Um ótimo site, vale muito a pena ir lá, tem muita coisa, mostra todo o seu trabalho de uma maneira fácil e descomplicada. Vou começar com o vídeo. Aproveitem bem a mágica da menina.

Difícil escolher imagens para postar, quero postar tudo…

Anúncios
comentários
  1. kam's disse:

    Lindo Bravo, amei! Tenho visto muitas tattoos (fora do Brasil) com esse tipo de rosto, uma caveira feminina ornada de flores, fica um arraso. Estou adorando seus posts e dicas 😉 Beijão.

    • É belíssimo mesmo, vale lembrar que ela usa outros simbolos em sua pintura. Tem muita referência da feminilidade e uma séria fantástica em cima da estética indígina Norte Americana. O próprio dia dos mortos é uma tradição pré colombiana da América Central, onde se ornam crânios (de verdade ou falsos) pelas ruas. Além disso, pelo que eu andei pesquisando dela, ela é de Sâo Francisco, cidade que era de possessão espanhola, com raízes muito próximas dessa cultura anterior a colonização. Tem muito mais que belas imagens nesse trabalho. Noi mais, parece que ela se usa de modelo, uma grande vantagem ser mulher e poder ser sua própria referência, eu fico cá a cortar um dobrado até pra orientar uma modelo com o que eu tenho na cabeça….

      • kam's disse:

        Isso mesmo Bravo, no México há bem esta cultura, e qnd falei das tattoos, depois me lembrei onde vi, no Miami Ink 🙂 É visível que ela não usa o tema de forma oca e aleatória. Hoje eu tbm estava pensando em auto-retratos e a possibilidade de montar um set e fazer fotos próprias. Nada impede que vc use suas fotos como auto-retrato, ficaria super legal, inclusive vi uma tela com um Baco que era sua cara, com este cabelão 😉 Super obrigada por compartilhar o conhecimento.

  2. Julie Brazil disse:

    Sr Bravo, é sempre um prazer ver seus posts. Uma viagem sem sair do lugar. Abçs e obrigada!

  3. brenoreis disse:

    meu caro amigo bravo,
    adorei o post sobre a silvya ji e suas pinturas, tanto quanto suas referencias. pois andei tb pesquisando sobre a referencia cultural dessas imagens, até pq eu ando tatuando bem essas imagens da silvya. a outra referencia historica sobre as pinturas da silvya eh a da “katrina”, uma versão feminina de uma lenda vinda da grã bretanha chamada de dadi, relacionado aos emergentes do pós revolução industrial, devido as roupas bufantes e chapéus glamurosos destas mulheres que queriam manter a imagem sem ter a cultura de tal posição social . porém com a colonização inglesa nos estados unidos, a costa oeste acabou fazendo uma amalgama cultural quanto as duas lendas, fazendo com que houvesse tais imagens de lindas mulheres com roupas ostentadas e o rosto pintado de caveira e arabescos. com o intuito de passar a idéia de que por baixo da pele todos somos caveiras, ou seja, todos somos iguais, não interessando posição social
    pele física.
    ps: sem contar também com a forte influencia da santa mexicana, “nossa senhora de los muertos”

    • Marco Bravo disse:

      Beleza Breno, mais informações são muito bem-vindas. A galera anda tatuando muito essas imagens. Eu gosto muito, mas tenho minhas reservas quanto ao abuso, a sociedade tende a demorar para absorver novos conceitos, daí quando é aceito, geral segue o mesmo caminho e esquece que existem outras coisas bacanas. Digo isso pelo “boom” atual de tatoo com o tema de Katrina ou qualquer outro tema massificado. Você não vê um pouco, uma ditadura da mídia, na hora de escolher um tema pra tatuar? é viagem?… Sei, lá…

      • brenoreis disse:

        que nada brother você esta totalmente certo, mas com isso nós como profissionais tentamos modificando aos poucos aplicando nosso ponto de vista e outras referencias!!!!!vc já ouviu falar de audrey kawasaki( acho q eh isso) da uma olhada ela eh demais

  4. Marco Bravo disse:

    Conheço a Audrey Kawasaki sim, ela tá na minha lista Breno, tem um trabalho brilhante. O caminho é sempre se atualizar, tem muita gente boa pra se descobrir, quanto mais, melhor. \o/ Hoje é dia de Rock Bebê! 13 de Julho, sexta-feira! Dia bom pra fazer tatuagem com o Breno Reis, é no studio Cadar, não é isso Breno? Vai o site aí: http://reisdatattoo.wordpress.com – pra quem quiser uma dica. VAleu irmão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s